29/11/2017 17h49 - Atualizado em 29/11/2017 17h53

TURISMO FONTE DE DESENVOLVIMENTO


TURISMO FONTE DE DESENVOLVIMENTO

Desenvolver o turismo no município com registros de imagens das excursões vivenciadas das belezas dos recursos naturais do município, é um dos com objetivos do diretor de Turismo Rodrigo Motta, para desembrulhar, fazer mais forte a prática dessa atividade, com interesse de promover que se torne cada vez mais comum. A Diretoria de Turismo tem conseguido envolver parcerias, que buscam mobilizar grupos de turistas para conhecer as belezas turísticas do município de Itaituba. Essa é a grande sacada do diretor que diz acreditar no grande potencial e consequentemente possam trazer benefícios económicos para o município.

TURISMO FONTE DE DESENVOLVIMENTO

Itaituba dispõe de várias belezas naturais dignas de admiração, são riquezas proporcionadas pela mãe natureza de encantar os olhos. Entre as quais estão o Parque Nacional da Amazônia, Campo dos Perdidos, Paraná-Miri, Caverna Paraíso na divisa com o município de Aveiro, Tabuleiro Monte Cristo, Festival de Barreiras, Água da Sonda – Fonte Monteiro Lobato, Vila do Pimental, Praia do índio, Praia do Amor, Cachoeira de São Luiz do Tapajós, Vila Rayol, entre outros encantados pontos descobertos á pouco tempo e que ainda estão em estudo, mas sem dúvidas, é mais um suporte para enriquecer o segmento do turismo no município, para futuramente, também acrescentar a economia do município, geração de emprego e renda.
Este final de semana a Diretoria de Turismo, mais uma vez em parceria com o grupo Tapajós, promoveu mais uma dessas belas excursões, formando um grupo de turistas, para conhecer o campo dos Perdidos e Parque Nacional da Amazônia, ambos com características diferentes, mas com verdadeiras belezas. Com certeza quem quiser tirar um dia, ou um final de semana de laser, para ganhar novos conhecimentos e grandes aprendizados sobre o potencial turístico do município, a diretoria de Turismo já tem em seu calendário uma programação para os turistas que queiram ter novos aprendizados e conhecimentos do município em termos de pontos turísticos que, tem muito a oferecer.
Neste final de semana a diretoria de turismo, juntamente com o Grupo Tapajós promoveram mais um desses passeios turísticos para duas grandes obras da natureza que fazem parte dessa riqueza turística. CAMPO DOS PERDIDOS E PARQUE NACIONAL DA AMAZÔNIA. A expedição saiu no sábado dia 18, as 14:00 horas e depois de alguns quilômetros chegaram a base Pousada Portal do Parque Nacional da Amazônia, que recepcionou o grupo com um delicioso lanche. Primeiro desafio foi aproveitar para correr nas trilhas do parque que recentemente recebeu uma grande limpeza através da SEMINFRA, Grupo Tapajós, 53º BIS e voluntários, tendo como carro chefe a Diretoria de Turismo. Mais tarde partiram para o Parque, onde percorreram a trilha do Rio Tracoá com 2,2 km até o desembarcar no Rio Tapajós.

TURISMO FONTE DE DESENVOLVIMENTO

Já no dia 19, domingo outra experiência foi à travessia do Rio Tapajós de voadeira, até a Vila de São Luiz do Tapajós, onde fica localizado o CAMPO DOS PERDIDOS. De acordo com o diretor de Turismo Rodrigo Motta, as características do local é semelhante a caatinga, com espécie endêmicas, ou seja que só existem naquele local, com uma vegetação totalmente atípica a floresta Amazônica, com árvores de caule retorcido e de baixa estatura, grandes extensões de campos naturais, formados por dunas de areias e ainda com uma grande quantidade de pés de cajueiros e abacaxis, tudo isso numa extensão de 1000 hectares.
Rodrigo ainda ressalta que o nome CAMPO DOS PERDIDOS é de uma beleza exuberante, atraente e curiosa, que o nome se dá em virtude dos caçadores sentirem-se perdidos quando adentravam o campo por conta da vegetação ser muito parecida e por suas pegadas se desaparecerem rapidamente, pois a areia é muito fina e faz um processo de modificação ambiental rapidamente, levando à formação de uma paisagem árida ou de um deserto propriamente dito.

ASCOM/ITB



Enviar por e-mail Imprimir

Galeria de fotos